O fígado e a vesícula biliar, desempenham algumas das funções mais importantes para a nossa saúde.
O mau funcionamento destes órgãos compromete, não só a digestão dos alimentos, como a absorção de nutrientes, a sua utilização a nível celular, e a excreção das toxinas produzidas após o processo de digestão estar completo.
O deficiente funcionamento hepático e/ou vesicular não ocorre apenas em casos de doença, podendo surgir em pessoas saudáveis por algumas causas.
As mais comuns são a predisposição genética, infecções, sobrecarga de medicamentos. álcool, etc..

Modo de tomar
Tomar 1 comprimido por dia à refeição.

Recomendações e precauções
Não deve ser excedida a toma diária indicada.
A toma pode ser alterada de acordo com a prescrição médica.
Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado.
Recomendada precaução em caso de litíase biliar.
Não recomendado em crianças com idade inferior a 10 anos.
Não consumir no caso de hipersensibilidade ou alergia a qualquer um dos seus constituintes.
Em caso de gravidez ou amamentação, consulte previamente o seu médico ou farmacêutico.
Em caso de dúvida consulte um profissional de saúde, o seu médico ou farmacêutico.

Não contém açúcar

Voltar ao início

No que respeita ao sistema hepatobiliar (fígado e vesícula biliar), as plantas medicinais exercem três tipos de ações principais: a colerética, a colagoga e a de proteção da célula hepática.
As plantas de ação colerética ajudam a aumentar a quantidade de bílis segregada no fígado. A bílis fica armazenada na vesícula biliar, até que a passagem dos alimentos provoque o seu esvaziamento para o intestino.
Ajudando a aumentar a produção de bílis, as plantas com propriedades coleréticas descongestionam o fígado e favorecem a digestão. Este tipo de plantas é especialmente usado em alterações hepáticas.
As plantas colagogas facilitam o esvaziamento da bílis contida na vesícula biliar para o duodeno, facilitando o correto funcionamento do sistema biliar. Na presença de cálculos biliares, deverá ter especial atenção ao utilizar plantas com propriedades colagogas, pois poderá haver risco de obstrução do canal colédoco.
Todas as plantas que compõem Hepato tecnilor® ajudam a proteger e a regenerar as células hepáticas.

CARDO MARIANO
O cardo mariano, "Silybum marianum" é uma das plantas mais utilizadas nas afecções hepáticas, devido ao facto de proteger a célula hepática, com resultados cientificamente comprovados, pelo que, é usado na composição de muitos preparados farmacêuticos. O seu princípio ativo, a silimarina, ajuda a regenerar as células hepáticas danificadas por substâncias tóxicas, como o álcool, entre outras.
A silimarina facilita a segregação da bílis, melhorando as digestões difíceis e evitando a formação de cálculos biliares.

BOLDO
O Boldo ou Peumus boldus, é uma das plantas medicinais mais utilizadas na preparação de produtos farmacêuticos e suplementos alimentares para cuidar do fígado e da vesícula biliar.
Rico em alcaloides, particularmente a boldina (com uns 30%), flavonóides, glucócitos e óleos essenciais (eucaliptol), atuando sinergicamente no sentido de aumentar a produção da bílis, acelerar o esvaziamento da vesícula biliar e facilitar a digestão.
Também auxilia nos casos de fígado congestionado ou intoxicado, impede a formação de novas pedras na vesícula e evita o aumento de tamanho daquelas que já existem; facilita o funcionamento dos intestinos.

ALCACHOFRA
Os seus constituintes (cinarina e cinaropicrina) permitem que a Alcachofra ajude a proteger o fígado e a vesícula biliar, estimulando a regeneração das células do fígado e ajudando a eliminar as toxinas acumuladas no sistema hepático.
Tem ainda a ação de aumentar a secreção da bílis, ajudando assim à digestão das gorduras, nos casos de mau funcionamento do fígado e na vesícula preguiçosa.
Previne a formação de cálculos biliares e ajuda a queimar as gorduras.
Este suplemento alimentar permite ainda reduzir a taxa de colesterol e de outros lípidos no sangue, auxiliando em casos de arteriosclerose.
Contribui igualmente para o aumento da diurese, aumentando o metabolismo da ureia facilitando a sua eliminação e a manter níveis saudáveis de ácido úrico no organismo, ajudando a desintoxicá-lo.
A utilização dos extractos desta planta é contraindicada no caso de pessoas com hipersensibilidade à planta, acidez estomacal, obstruções biliares e renais severas no caso de mulheres a amamentar.
A Comissão E e a ESCOP referem o uso desta planta em problemas dispépticos devido à sua ação colerética.

COLINA e INOSITOL
Colina e Inositol são componentes essenciais de todas as membranas celulares, onde funcionam como moléculas de sinalização celular.
Ambos estão envolvidos no metabolismo dos ácidos gordos no fígado pelo que são essenciais para evitar a aterosclerose, que leva à obstrução das artérias por placas de gordura.

RÁBANO
O Raphanus sativus, com propriedades colagogas - excitam as vias biliares, facilitando o esvaziamento da bílis contida na vesícula biliar para o duodeno; coleréticas - estimula de forma notável as células do fígado na produção de bílis.
Estas propriedades ajudam a descongestionar e desintoxicar o nosso organismo.

VITAMINAS A e B6
A vitamina A tem ação no processo de especialização celular.
A Vitamina B6 contribui para o normal metabolismo das proteínas e do glicogénio.

MANGANÊS, ZINCO E SELÉNIO
O Manganês e o Selénio contribuem para a proteção das células do stress oxidativo.
O Zinco contribui para o metabolismo normal de ácidos gordos.

Todas as pessoas que tomam muitos medicamentos (doenças crónicas) deveriam tomar HEPATO tecnilor ® preventivamente.

Voltar ao início

Ingredientes:
Agente de volume: Celulose microcristalina; Extrato seco de Cardo mariano (Silybum marianum); agente de volume: Maltodextrina; Extrato seco de Rábano (Raphanus sativus); Extrato seco de Alcachofra (Cynara scolymus); Extracto seco de Boldo (Peumus boldus); Vitamina C (Ácido ascórbico); Citrato de zinco; agentes de volume: Povidona, Amido de milho; Gluconato de manganês; antiaglomerante: Estearato de magnésio; Bitartarato de colina; Inositol; antiaglomerante: Sílica coloidal anidra; Vitamina B6 (cloridrato de piridoxina); Vitamina A (acetato de retinol); Selenato de sódio.

Voltar ao início